Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Um dia, viro Nicholas Sparks...Mas ainda não me apetece...Ainda...

13.02.11publicado por Gato Pardo

- Epá, tu devias escrever um livro...

 

Frase recorrente...

Se eu tivesse um euro por cada vez que já ouvi isto, daria provavelmente para umas quantas garrafas de Antiqua, uns volumes de tabaco e encher o depósito da viatura para ir até Santiago de Compostela e voltar (sim, porque sou um gajo altamente católico...O catolicismo é que não gosta de mim...).

 

- Devias tirar um workshop de escrita criativa porque não escreves uma beata...

 

Frase algo recorrente...

Se eu tivesse um euro por cada vez que ouvi isto...bem, dava para comprar uma caixa de supositórios (dosagem infantil, que não quero que tenham tonturas...) e distribuir gratuitamente...Porque há azias que não vão lá com Eno...Vão pelo recto, mesmo...

 

- Epá, bacano, não se arranja aí um cigarro?

 

Frase deveras recorrente...

Está aqui porque simplesmente me apetece e porque estou a fumar neste preciso instante...Pancadas...

 

 

Não tenho jeito para escrever livros...Dá muito trabalho, exige em demasia do meu tempo e invariavelmente iria acabar a beber chá de tília para acalmar os meus nervos, o que acho demasiado abichanado, até mesmo para um gato. Escrevo porque me dá um brutal gozo (não confundir com masturbação crónica...), porque tenho a capacidade de me rir do que escrevo e porque tenho a insanidade saudável para o fazer...

Há muita falta de humor na sociedade...Ou porque as pessoas são simplesmente uns camelos (com toda a simpatia para os doces animais) ou porque à falta de capacidade do tico e do teco se masturbarem entre si para criar fricção, o máximo de actividade neurológica que ocorre nessas pessoas é idêntica a quando estoura uma lâmpada...PUM!

Não sou escritor...Sou instigador de ódios, enólogo de venenos e antropólogo de mentalidades tacanhas...

Bem...Gostei desta...Enólogo de venenos...Cum caraças, eu sou mesmo bom!!!

Resumindo...Improvável que venha a escrever um livro...Mas se um dia o fizer (decisão essa regada com muito álcool, migas e entrecosto), Estocolmo deixará de reinar como a cidade com o maior nº de suicídios...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.